Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Número de casos no distrito sobe para 75


terça, 31 março 2020

Nos 16 concelhos do distrito de Leiria havia registo, até à meia-noite de domingo, de 75 pessoas infectadas com Covid-19, mais duas que no dia anterior (73), sendo o concelho de Pombal o que regista o maior número de casos (28), mais dois que no sábado, de acordo com o boletim da Comissão Distrital de Protecção Civil de Leiria, divulgado ontem ,mas referente ao dia 29 de Mar­ço, tendo por base o boletim da Direcção-Geral de Saú­de.
Segundo o documento, com dados até à meia-noite de domingo, depois de Pombal, o concelho de Leiria continua a ser o que regista o maior número de pessoas infectadas (11), seguindo-se a Marinha Grande (9) e Caldas da Rainha (8). Com três casos confirmados, cada, surgem os concelhos de Alvaiázere, Batalha e Peniche.
Em Alcobaça, Ansião e Bombarral, há o registo, em cada um deles, de duas pessoas infectadas com a doença. Com um caso cada surgem os concelhos Figueiró dos Vinhos, Óbidos, Porto de Mós e Pedrógão Grande. Castanheira de Pera e Nazaré são os únicos concelhos do distrito onde não havia o registo de qualquer pessoa infectada.
Desde o boletim divulgado no sábado, comparativamente ao revelado ontem, em todos os concelhos, excepto Castanheira de Pera e Nazaré, onde (ainda) não há registo de casos, nos restantes concelhos verificou-se um aumento, embora ligeiro, do número de pessoas infectadas.
De acordo com o boletim epidemiológico divulgado ontem, na habitual conferência de imprensa diária da Direcção-Geral da Saúde e do Ministério da Saúde, estão confirmados em Portugal 6.408 pessoas infectadas com Covid--19, dos quais 575 estão internados, 164 deles em cuidados intensivos. O número de doentes recuperados mantém-se  nos 43. A aguardar resultado laboratorial estavam 4.845 casos suspeitos e 11.482 estavam sob vigilância das autoridades de saúde. Desde o início da pandemia em Portugal, já hou­ve mais de 44 mil suspeitas.