Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Estatuto Editorial


O Diário de Aveiro, fundado em 19 de Junho de 1985, por Adriano Lucas (Adriano Mário da Cunha Lucas, 1925-2011), é um jornal diário generalista que tem como missão principal levar ao leitor a informação do que de mais relevante se passa em Aveiro, na Região das Beiras, em Portugal, na Europa e no Mundo, com verdade, seriedade e rigor.

O Diário de Aveiro é, desde a sua fundação, um órgão independente, de orientação republicana liberal, defensor da democracia pluralista, da Liberdade de Imprensa, da total independência da imprensa e dos órgãos de comunicação social face aos poderes políticos e aos poderes económicos monopolistas. O Diário de Aveiro defende a Liberdade Individual, a Fraternidade e a Solidariedade e opõe-se a quaisquer ideologias colectivistas, totalitárias, fascistas, comunistas ou outras, que alienam e escravizam os seres humanos, bem como ao centralismo do Estado, às práticas monopolistas e a todos os abusos do poder.

O Diário de Aveiro pauta a sua acção pela defesa do cidadão e das minorias, da valorização de Aveiro, da Região das Beiras e das suas gentes, da livre iniciativa privada, da economia de mercado e da sã concorrência, bem como da plena integração europeia, numa Europa federada, numa Europa dos Cidadãos e das Regiões.

O Diário de Aveiro defende a criação da Região das Beiras e a regionalização do país, enquanto processo de efectiva descentralização e transferência de poderes e competências para as várias regiões, para que cada comunidade regional ou local possa decidir sobre o que mais directamente lhe diz respeito.

O Diário de Aveiro respeita os princípios deontológicos da imprensa, a ética profissional do jornalismo, assim como a boa fé dos leitores, a quem o jornal se destina e que são a sua razão de ser.