Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Campanha de angariação entrega milhares de máscaras e viseiras a hospitais


segunda, 30 março 2020

O movimento cívico "SOS.COVID19.PORTUGAL" entregou milhares de máscaras e viseiras aos hospitais de São João, Santa Maria e Garcia de Orta, depois de ter angariado cerca de 94 mil euros em donativos, e inicia hoje uma nova campanha. A campanha, que durou cerca de 15 dias, "permitiu distribuir, equitativamente, entre o Hospital de S. João, no Porto, o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e o Hospital Garcia de Orta, em Almada, uma grande quantidade de equipamentos de protecção individual, nomeadamente, 39.025 máscaras cirúrgicas, 3.000 máscaras FFP2 e 3.335 viseiras", lê-se num comunicado.
Segundo o movimento, o equipamento, proveniente da China, chegou ao país na quinta-feira e foi entregue às unidades hospitalares no sábado, "estando nesta altura já em utilização".
Dos cerca de 94 mil euros angariados, quase 30 mil "foram proveniente de outro movimento, denominado STOP.COVID.PT que, para o efeito, se juntou a esta causa comum", refere a nota.
Considerando que a primeira campanha foi um sucesso, o "SOS.COVID19.PORTUGAL" anuncia ainda que, a partir de hoje, inicia uma nova campanha de angariação de fundos, desta vez para "aquisição de máscaras, luvas e protectores de sapatos para serem entregues juntos dos 521 lares de idosos e 1.190 instituições de cuidados continuados que integram a União das Misericórdias de Portugal".
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 727 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 35 mil.
Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direcção-Geral da Saúde, registaram-se 140 mortes, mais 21 do que na véspera (+17,6%), e 6.408 casos de infecções confirmadas, o que representa um aumento de 446 em relação a domingo (+7,5%).
Dos infectados, 571 estão internados, 164 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.
Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de Março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de Março e até às 23:59 de 02 de Abril.

Diários Associados