Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Justiça vai avaliar se forjaram venda de carro que matou Angélico Vieira


quarta, 21 agosto 2019

O Tribunal de Matosinhos agendou para o próximo dia 10 de Setembro um novo julgamento relacionado com o acidente fatal para o cantor Angélico Vieira, mais concretamente com a alegada falsificação do contrato de compra e venda do BMW 635 em seguia.

O Ministério Público de Aveiro decidiu que a morte de Angélico Vieira - ocorrida após acidente num troço da A1 em Estarreja, Aveiro, em Junho de 2011 - ficaria sem qualquer responsabilização criminal, mas sucederam-se processos correlacionados com o caso, como este de Matosinhos, em que o dono de um “stand” da Póvoa de Varzim e a ex-mulher são suspeitos, nomeadamente, de forjarem o contrato de compra e venda do carro após o acidente.

Leia a notícia completa na edição em papel.