Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Desassoreamento avança para o Lago do Paraíso


João Peixinho FOTO-Paulo Ramos sexta, 16 agosto 2019

A operação de desassoreamento da Ria avançou para o Lago do Paraíso, em Aveiro, nas imediações na A-25, entre Aveiro e a Gafanha da Nazaré, uma zona do lote Sul, a que também pertencem os trabalhos em curso no Canal de Ílhavo, no âmbito desta operação em desenvolvimento em vários pontos da laguna.

Nesta fase do desassoreamento dos canais e esteiros do Lago do Paraíso, está em curso a instalação do sistema de contenção para reter e depositar os sedimentos, que resultarão da sucção da draga que irá trabalhar nas imediações deste equipamento, segundo apurou o Diário de Aveiro junto da Polis Ria de Aveiro. Um equipamento necessário para travar o escorrimento de sedimentos na Ria que são sugados. Por terem uma percentagem relevante de água, a ausência de um sistema de contenção facilitaria a descarga na Ria. Enquanto se desenvolve a dragagem do Canal de Ílhavo, a draga avançará no Lago do Paraíso, em Aveiro, quando o sistema de contenção estiver instalado. A máquina de sucção irá operar “à frente” daquele depósito de sedimentos. Os dragados, os sedimentos que a draga irá retirar, serão posteriormente usados para a reforçar a defesa de motas e diques da zona nas zonas baixas, ameaçados pelo avanço das águas e da deriva litoral. Assim como acontece com os sedimentos retirados do rio Boco, no Canal de Ílhavo. Do lote Sul também faz parte o desassoremento do Canal de Mira e serão os sedimentos retirados em canais mais perto do mar, como os deste canal que serão dirigidos para as praias.

Leia a notícia completa na edição em papel.