Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Utente queixa-se de “dormir num cadeirão” na urgência do hospital de Leiria


foto: Luís Filipe Coito sexta, 18 janeiro 2019

Um homem, de 50 anos, residente no Louriçal, concelho de Pombal, que deu entrada nas urgências do Hospital de Santo André, em Leiria, na passada segunda-feira, com problemas respiratórios, queixa-se de ter  estar e dormir num cadeirão nas urgências e sem con­dições para fazer a higiene pessoal, desde que deu entrada naquela unidade hospitalar.“Dei entrada de ambulância no Hospital de Leiria na passada segunda-feira à tarde com uma  broncopneumonia,  depois de ter sido assistido no Hospital de Pombal. Desde esse dia tenho passado as noites num cadeirão. Não há condições para tratar da higiene pessoal, nomeadamente tomar banho e cortar a barba. O que me dizem é que não têm camas nem macas para dormir descansa­do”, lamenta Diamantino Domingues, residente no Louriçal e trabalhador nu­ma empresa da Ranha, Pombal. (...).

Em resposta ao Diário de Leiria, a administração do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) refere que “devido à elevada afluência” àquela unidade hospitalar, “nomeadamente devido ao período de gripe, e, mesmo accionando, mediante activação do plano de contingência, um número suplementar de 20 camas de internamento, não tem sido possível agilizar o percurso dos utentes entre serviços como seria desejável, levando a maiores demoras e esperas para internamento”.  

Leia a notícia completa na edição em papel.