Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Candidato tarda em aparecer


segunda, 27 agosto 2018
A Académica empatou ontem em Guimarães numa partida sem golos e em que os estudantes melhoraram um pouco a sua prestação na segunda parte mas sem nunca conseguirem criar grande perigo. Três jogos, um golo marcado, dois sofridos e dois pontos somados. Um pecúlio muito curto para quem quer subir, pelo que há muito a melhorar nesta equipa, com o jogo de sábado a revelar-se de grande importância antes da pausa de duas semanas na II Liga. Carlos Pinto surpreendeu com algumas alterações no onze inicial, quer na defesa quer no ataque, além daquelas que eram forçadas por lesão (William foi rendido por João Real) ou castigo (o guarda-redes Peçanha deu o lugar a Ricardo Moura). O treinador da Briosa deixou Nélson Pedroso no banco e chamou Mike para a ala direita da defesa, passando Joel para a esquerda. Na frente de ataque colocou Diogo Ribeiro ao lado de Djoussé alinhando assim num 4x4x2 que na prática não surtiu efeito e depois teve de ser corrigido. O futebol mais directo que era tentado pelo ar encontrava uns rigorosos defesas vimaranenses e pelas alas a inspiração de Marinho (que face ao jogo anterior ocupou o lugar de Traquina) ou de Ki era escassa ou nula.
Leia a notícia completa na edição em papel.