Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

PSD acusa autarquia de “desleixo” na Estação Arqueológica


quarta, 08 agosto 2018
O PSD/Águeda diz que o “desleixo é evidente” na Estação Arqueológica do Cabeço do Vouga. Por seu lado, a autarquia fala em “sucessivos actos de vandalismo” para justificar o recente encerramento daquela estação. Salientando que a Estação Arqueológica do Cabeço do Vouga “constitui o mais antigo e mais valioso património histórico situado no concelho de Águeda”, os social-democratas alertam para o facto de o “desleixo” da autarquia estar a destruir o património aguedense. Por seu lado, Jorge Almeida, presidente da edilidade aguedense, já veio esclarecer que a Câmara Municipal de tudo tem feito para evitar os actos de vandalismo naquele local, dando conta da vedação que foi colocada no espaço, bem como as câmaras de vigilância. Em declarações feitas, recentemente, à comunicação social, o autarca frisou: “Estamos a pensar, sinceramente, cobrir novamente todas aquelas instalações para não se degradarem. O que está à vista são meramente muros e todas as peças foram retiradas. Temos tudo isso preservado”. Lembrou, ainda, que o temporal, em 2013, destruiu a estrutura de protecção que cobria a área onde foram realizadas sucessivas campanhas de escavação e as estruturas soterradas ficaram à mercê das chuvas, da vegetação, de curiosos e de caçadores de tesouros.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados