Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Mais acidentes mas menos mortos e feridos nas estradas do distrito


domingo, 05 agosto 2018
O número de acidentes nas estradas do distrito de Coimbra aumentou nos primeiros sete meses do ano, mas foram menos as vítimas. De acordo com os últimos dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), entre 1 de Janeiro e 31 de Julho registaram-se nas estradas do distrito 3.211 acidentes, mais 167 do que no mesmo período do ano passado, mas houve menos três mortos e menos 12 feridos em estado grave. Ainda de acordo com os mesmos dados, nos primeiros sete meses do ano, houve nove vítimas mortais, quando em 2017 tinham sido 12, e 44 feridos graves, quando em igual período do ano passado tinham sido 56. Ao nível de feridos ligeiros também se verificou um decréscimo, tendo-se registado 22.302 feridos este ano até final do mês de Julho e 22.829 no ano passado, o que significa menos 527 feridos ligeiros. Os números verificados no distrito de Coimbra seguem a tendência nacional de aumento de acidentes, mas diminuição do número de vítimas, seja mortais, seja de feridos. Segundo a ANSR, nas estradas do país registaram-se nos primeiros sete meses do ano 74.335 acidentes, mais 1.608 do que no ano passado, em que se registaram 72.727. No mesmo período morreram nas estradas portuguesas 274 pessoas, menos 14 do que em 2017. A sinistralidade grave registou 1.060 feridos em 2018, menos 168 do que em 2017, enquanto que ao nível da sinistralidade ligeira, verificaram-se 22.302 feridos, menos 527 do que nos primeiros sete meses do ano de 2017.
Leia a notícia completa na edição em papel.