Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Sem corridas nem “carrinhos” mas com o espírito do futebol


quinta, 17 maio 2018
Ter mais de 50 anos ou alguma debilidade física que impeça desportos mais vigorosos são requisitos para integrar uma equipa de Walking Football. O futebol a passo, ou “lentificado”, é para apaixonados do desporto-rei que já não têm pernas nem fôlego para os jogos originais, para quem gosta de se manter activo e saudável e para quem aprecia o melhor do futebol que é o espírito de equipa. Isso mesmo nos confirmaram os praticantes da Aposenior - Universidade Senior de Coimbra, durante um treino no pavilhão da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física (FCDEF). O Walking Football foi introduzido em Portugal no ano passado, pela mão da Fundação Benfica, envolvendo antigos jogadores do clube e utentes da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, explica Sílvia Gameiro, presidente da direcção da Apojovi (“instituição mãe” da Aposenior). «Este ano, o desafio foi lançado à Rede de Universidades Seniores (RUTIS), abrangendo as universidades seniores de todo o país», refere, notando que a Coimbra cabe a organização do torneio regional já amanhã, dia 18.
Leia a notícia completa na edição em papel.