Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Fado abre, hoje, a “Capital da Cultura do Eixo Atlântico”


Alberto Oliveira e Silva sábado, 13 janeiro 2018
O fado abre a programação do “Santa Maria da Feira, Capital da Cultura do Eixo Atlântico”, com o concerto “Filarmonia no Fado”, que, hoje, a partir das 21.45 horas, juntará, no grande auditório do Europarque, a fadista feirense com carreira internacional Sandra Correia e um total de 250 músicos das quatro bandas filarmónicas centenárias do concelho: a Banda de Música de Arrifana, a Banda Musical de S. Tiago de Lobão, a Banda Marcial do Vale e a Banda Musical de Souto. Gil Ferreira, vereador da cultura do Executivo santamariano, salientou que o “Santa Maria da Feira, Capital da Cultura do Eixo Atlântico” se desenrolará durante o ano, com 51 eventos - um por semana. Na apresentação da 5.ª edição da “Capital da Cultura” instituída pelos municípios portugueses e galegos, unidos em euro-região, que se realizou ontem no emblemático Castelo de Feira, o autarca enunciou os princípios da iniciativa: “expandir o acesso à cultura, fomentar novas oportunidades e criar conexões entre artistas e criadores”, num esforço para “plasmar a identidade” do noroeste peninsular. Muita música – popular, no­va e erudita –, danças, teatro, recriações históricas, exposições, colóquios e seminários e os grandes eventos feirenses, concretamente o Imaginarius, a Viagem Medieval e o Perlim, marcam um programa feito de muito labor artístico e cultural genuinamente feirense - por via das instituições culturais e do movimento associativo santamariano - e de cumplicidades luso-galaicas.
Leia a notícia completa na edição em papel.