Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Procuradora quer pena “severa” por homicídio conjugal


Diana Cohen quinta, 21 dezembro 2017
O Ministério Público (MP) pediu, ontem, no Tribunal de Aveiro, que o colectivo de juízes aplique uma pena efectiva e pesada ao homem que agrediu com um bastão e, depois, esfaqueou mortalmente a mulher, há dez meses, em Esmoriz, Ovar. “Estamos perante um crime gravíssimo e o tribunal não pode ser benevolente em casos como estes”, assinalou a procuradora Marianela Figueiredo. No período dedicado às alegações finais, a magistrada do MP recordou que o arguido, de 50 anos, confessou os factos ocorridos no dia 24 de Março, na habitação onde residia com a vítima e o filho, “apenas com algumas reservas” relativamente a pormenores de menor relevo, ajudando assim o tribunal a entender “a dinâmica deste trágico incidente”. Sublinhou, ainda, que o homem, que está em prisão preventiva, revelou arrependimento, não só por ter tirado a vida a Maria de Fátima Costa mas também por ter “privado o filho da convivência com a mãe”.
Leia a notícia completa na edição em papel.