Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Vítima de engenho explosivo diz que foi acção de retaliação


JP sábado, 06 fevereiro 2016
A casa de António Galhardo, presidente da Âncora-Associação Cívica de Moradores do Bairro da Beira Mar, foi atingida na madrugada de ontem, cerca das 5.10 horas, por um engenho lançado contra o edifício situado no largo do Rossio, em Aveiro, que explodiu no beiral, partiu telhas e vidros das janelas de um quarto, sem provocar danos pessoais. Nessa noite aquele quarto encontrava-se desocupado mas noutras dependências encontravam-se cinco pessoas a dormir. Era a única janela com as portadas interiores fechadas. António Galhardo diz que se o engenho tivesse entrado pela janela, provavelmente poderia teria provocado um incêndio. A PSP esteve no local a recolher vestígios para analisar, e tratar-se-á de um crime de dano, apurou o Diário de Aveiro. António Galhardo apresentará queixa à Polícia na próxima segunda-feira, disse. Pelas dimensões do invólucro encontrado, com cerca de 15 centímetros de comprimento, não se tratará de um tipo de petardo que é usado nos estádios pelas claques de equipas de futebol, mas sim de superior efeito, afirma.
Leia a notícia completa na edição em papel.