Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

«Sabia pouca coisa de ténis, mas o que eu queria era jogar»


sexta, 19 agosto 2022

Estar entre os 50 melhores tenistas veteranos do Mundo é o objetivo imediato de José Alberto Pereira, um dos jogadores da região com mais currículo internacional a nível individual. Aos 63 anos, ocupa a 76.ª posição do “ranking” mundial do escalão de +60 anos, mas em 2016 chegou a ser 53.º classificado de +55 anos. Foi número um nacional nestes dois escalões e já representou a seleção nacional, sendo que 2021, pós pandemia, foi um ano áureo para José Alberto Pereira, que confessa querer continuar a praticar a modalidade enquanto tiver saúde.



Diário de Aveiro: Começou muito tarde a jogar ténis. Porque é que decidiu abraçar es­ta modalidade?


José Alberto Pereira: Só comecei a jogar ténis com 26 anos, mas desde de sempre que tive o gosto pelo desporto, mais concretamente motorizado, até pelo facto de ser mecânico de automóveis desde novo. A minha ex-mulher jogava ténis em França e eu acabei por comprar uma raquete de madeira numa loja de conveniência. Passávamos vários dias a jogar ténis na praia do Furadouro, ela foi-me explicando as técnicas e foi assim que fiquei com o “bichinho” do ténis.



Leia a notícia completa na edição em papel.