Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Pena de cadeia efectiva para burlona do Baixo Mondego


quinta, 30 setembro 2021

Foi condenada a uma pena de seis anos e seis meses de prisão uma mulher que tem feito das burlas seu modo de vida. Já tinha sido condenada a penas suspensas em outros casos, mas ontem o Tribunal de Coimbra aplicou-lhe uma pena de prisão efectiva por ter burlado dois empresários agrícolas e uma médica num valor total de cerca de 100 mil euros.
Criava relações de amizade com as vítimas e nada do que lhes prometia era feito. «Foi muito dinheiro em causa», recordou a presidente do Tribunal Colectivo de Coimbra, sublinhando que a mulher, de 52 anos, casada e a viver no concelho de Montemor-o-Velho, fazia disto o seu modo de vida. Ontem, à saída do tribunal, a principal vítima neste processo confirmava ao nosso jornal que a mulher se apresentava sempre educada, muito bem falante e muito bem relacionada. «Fiquei sem nada. Destruiu a minha vida», disse ainda a empresária que ficou sem 70 mil euros.

Leia a notícia completa na edição em papel.