Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Leiria: Apelo à toma da vacina a menos de um mês do fecho dos centros de vacinação


Foto: Helena Amaro/LFC sexta, 03 setembro 2021


Falta pouco menos de um mês para os centros de vacinação fecharem e o apelo dos profissionais de saúde é claro: “quem ainda não está vacinado, está na hora de se vacinar”.
Por isso, os centros de vacinação no âmbito do combate à covid-19 estão, neste momento, com ‘casa aberta’ para maiores de 12 anos, para quem queira tomar a primeira dose ou terminar a inoculação com a segunda dose.
Qualquer pessoa pode recorrer aos centros de vacinação em qualquer área de residência ou área de resposta do centro de saúde.
No caso dos centros de vacinação de Leiria, Marinha Grande e Pombal, as portas encontram-se abertas de domingo a domingo. No caso da Batalha, o centro de vacinação funciona às terças, sextas e sábado, e em Porto de Mós, funciona às terças, quartas, sextas e sábados.
Os horários mantêm-se, das 09h00 às 17h00, com um intervalo para almoço.
Dina Pascoal, enfermeira especialista na Unidade de Saúde Pública e que integra a equipa coordenadora de vacinação covid, explica que já foram inoculadas na região Centro com a primeira dose 84%, com uma meta prevista de 85%.
Já na área de influência da ACES Pinhal Litoral, a cobertura encontra-se nos 83% de pessoas inoculadas com a primeira vacina, faltando dois por cento para chegar à meta dos 85%.
Segundo Dina Pascoal, a faixa etária “dos 40 anos para baixo” é a que está mais em falta no processo de vacinação contra a covid, pelo que aquela responsável deixa um apelo para que a população se desloque aos centros de vacinação.
“Quem ainda não está vacinado, está na hora de se vacinar, porque a covid continua a matar, e agora mais população jovem”, afirma.
Para Dina Pascoal, “não existem dúvidas da importância da vacina e dos seus resultados”.
“Se ainda não o fez, o tempo está a acabar. Tem de o fazer já. Queremos terminar esta etapa das nossas vidas”, reitera Dina Pascoal, fazendo ainda um apelo aos negacionistas para que “tomem decisões baseadas em informação verdadeira” e não apenas “nas informações que correm nas redes sociais”.
Segundo aquela responsável, os centros de vacinação deverão encerrar portas no final deste mês. A partir dessa data, deverão ser os centros de saúde a proceder ao processo de vacinação.
Os dados nacionais mais recentes indicam que Portugal tem já 72% da população com a vacinação completa e 80% com pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19.

Leia a notícia completa na edição em papel.