Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Nova directora do Machado de Castro ambiciona investigação e projecção internacional


sexta, 02 abril 2021

Entrevista Maria de Lurdes Craveiro, professora associada com agregação na área científica da História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra é desde ontem a nova directora do Museu Nacional Machado de Castro (MNMC). Ao Diário de Coimbra revela o que ambiciona para o museu onde começou carreira

Diário de Coimbra Uma professora da área da História de Arte a dirigir um Museu. Parece fazer todo o sentido esta combinação. O que a motivou para este desafio?
Maria de Lurdes Craveiro A História da Arte tem uma relação umbilical com os acervos museológicos e, muitas vezes, com as estruturas onde se instalam os museus. No caso concreto do MNMC, não são apenas as colecções que o integram, num alinhamento que a História da Arte estuda, interpreta e descodifica; o próprio espaço ocupado pelo MNMC é matéria privilegiada da atenção dos historiadores de Arte: desde o criptopórtico romano e à sua desactivação, ao Paço Episcopal e às mais recentes intervenções para a reabilitação do espaço ocorridas já neste século, a História da Arte interfere na leitura de um território político, cultural e religioso, determinante para a compreensão das forças que actuam também na construção da cidade. 

Leia a notícia completa na edição em papel.