Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Moradores de Arouca reclamam Internet para aulas “on-line” e teletrabalho


Wednesday, 03 March 2021

Moradores de Arouca reclamam Internet para zonas onde há adultos a trabalhar no carro e estudantes a seguir aulas “on-line” em escritórios e oficinas, revelou, ontem, à Lusa, o porta-voz de 270 entre os 1.000 habitantes da freguesia de Moldes.
O problema foi abordado numa petição assinada por 210 cidadãos insatisfeitos com o acesso a comunicações rápidas nessa freguesia, onde cerca de 25% da população só dispõe de ligação à Internet via ADSL – uma tecnologia de transmissão de dados que é mais lenta do que a disponível por satélite ou fibra óptica e que, por isso, dificulta o acompanhamento de aulas à distância, a participação em reuniões por videoconferência e o cumprimento de outras exigências de trabalho remoto impostas pela actual situação pandémica.
A presidente da Câmara de Arouca, Margarida Belém, confirma a situação, reconhecendo que “a pandemia deixou a descoberto muitas das fragilidades que, pese embora toda a evolução verificada, ainda persistem no território”, como acontece com “a reduzida ou inexistente cobertura móvel ou por fibra óptica de algumas áreas do concelho”.
O porta-voz dos cidadãos em causa é Fernando Martins Correia, que diz ser um dos profissionais que recorre ao carro como escritório. “A ligação 3G ou 4G em certos lugares é muito deficiente e, em alguns, nem sequer existe. Em muitas zonas não há sequer cobertura GSM [Sistema Global para Comunicações Móveis] ou TDT [Televisão digital terrestre]. As pessoas que ali habitam estão completamente isoladas de qualquer meio de comunicação digital”, revela à Lusa.

Leia a notícia completa na edição em papel.