Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Albergaria-a-Velha: Lucinda e outros 30 seniores receberam ontem a segunda dose


terça, 16 fevereiro 2021

Lucinda fez 79 anos a 22 de Janeiro. Nesse dia recebeu a primeira dose da vacina da COVID-19. “Foi um presente”, riu-se. Mas estava inquieta. “Queria apanhar a vacina mas estava com medo”, disse ontem, data em que lhe foi administrada a segunda dose.
Numa altura em que tanto se fala da pandemia e das vacinas, o Diário de Aveiro acompanhou uma tarde de vacinação num lar da região, o Lar Solar das Camélias, em Telhadela, no concelho de Albergaria-a-Velha.
Trinta e um idosos foram ontem sujeitos à segunda dose. Uma delas foi Natividade, de 78 anos, natural do Mogadouro, no distrito de Bragança, que encarou todo o processo com a maior das calmas. “Não tinha medo nenhum. A outra não doeu nada e esta também não”, contou ao Diário de Aveiro sentada numa cadeira, onde teve de permanecer em vigilância durante cerca de meia-hora depois da inoculação, por recomendação da Direcção-Geral da Saúde.
Lucinda é mais faladora. Diz que anda “mais triste” desde que eclodiu “esta desgraça” que aos seus olhos não tem fim à vista. Não vê a filha e a neta há demasiado tempo, queixa-se. Estão ambas “na América” e, antes da pandemia, visitavam-na “pelo menos duas vezes por ano”. As visitas são agora mais difíceis e o contacto é feito apenas por telefone. “Falo com ela todos os dias, e às vezes duas vezes”, conta. O seu maior desejo, confessa, é abraçar a família. “O que eu mais quero é que a situação melhore para a minha filha e a minha neta me virem visitar”.

Leia a notícia completa na edição em papel.