Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

Suspeito de assalto a cemitério condenado a seis anos e meio de prisão


Após o assalto, a GNR encontrou 50 objectos religiosos na casa do suspeito quinta, 11 fevereiro 2021

O Tribunal de Aveiro condenou, a seis anos e meio de prisão, um homem, de 30 anos, que estava acusado de assaltar e profanar um cemitério em Vagos, em 2017.
O acórdão, consultado ontem pela agência Lusa, foi proferido na segunda-feira. O tribunal deu como provado que, na madrugada de 15 de Junho de 2017, o arguido assaltou o cemitério de Fonte Angeão, roubando dezenas de artigos religiosos de mais de 21 sepulturas, nomeadamente estatuetas e lanternas em bronze, no valor global de mais de 9.000 euros.
Foi ainda dado como provado que o arguido assaltou, em 2016, duas residências e uma drogaria, situadas em Vagos, de onde retirou artigos em ouro e dezenas de ferramentas de construção no valor global de cerca de 5.000 euros.

Leia a notícia completa na edição em papel.