Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Crescem denúncias de vacinações por esclarecer


No Lar Amélia Madaíl, em Aradas, elementos da Direcção já vacinados são “voluntários” da instituição Tuesday, 02 February 2021

A secção regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros denunciou, ontem, que várias pessoas, incluindo um padre, foram vacinados indevidamente contra a COVID-19 na Fundação da Nossa Senhora da Conceição, de Águeda. O pároco João Paulo Sarabando Marques já assumiu ter recebido a vacina, mas por indicação da instituição que gere dois dos lares - um situado em Valongo do Vouga e outro em Macinhata do Vouga - a que presta assistência religiosa: “Disseram-me que eu, para continuar a lá ir, tinha de ser vacinado para que não houvesse o risco de trazer o vírus de fora”, contou.

No Lar Paroquial Amélia Madaíl, do Centro Comunitário da Paróquia S. Pedro de Aradas, outra denúncia, surgida ontem, aponta para a vacinação indevida de mais pessoas.
O padre Paulo Cruz, presidente do Centro Comunitário, admitiu a vacinação de elementos da Direcção.
Segundo disse ontem ao Diário de Aveiro, a vacinação foi feita “de acordo com uma lista previamente enviada e dirigida às entidades competentes”.



Leia a notícia completa na edição em papel.