Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Primeiras doses da vacina da Johnson podem estar disponíveis no 2.º trimestre


terça, 19 janeiro 2021

O director médico da Janssen, Manuel Salavessa, estimou hoje que as primeiras 1,25 milhões de doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson possam estar disponíveis em Portugal no segundo trimestre de 2021.
Fazendo um ponto da situação da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson, Manuel Salavessa adiantou à agência Lusa que os 45.000 voluntários do ensaio de fase III estão todos vacinados desde 17 de Dezembro.
“Esperamos ter os primeiros resultados de fase III ainda neste mês de Janeiro para, se forem positivos, como esperamos, submetermos posteriormente à EMA [Agência Europeia do Medicamento] o nosso pedido de autorização”, afirmou o director Médico da Janssen, companhia farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, em declarações escritas à Lusa.
Após aprovação, vincou, “o compromisso com as autoridades, nomeadamente as portuguesas, é que as primeiras doses possam estar disponíveis no segundo trimestre de 2021”.
O acordo com a Comissão Europeia prevê para este ano 200 milhões de doses com uma opção de 200 milhões de doses adicionais.
Para Portugal, precisou Manuel Salavessa, o compromisso é de 4,5 milhões de doses para 2021, das quais 1,25 milhões no segundo trimestre 2021.
“Considerando que será uma vacina de dose única, julgamos ser um contributo muito significativo em termos da população portuguesa e para o combate à pandemia”, sublinhou o responsável.
O plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal começou em 27 de Dezembro nos hospitais, abrangendo os profissionais de saúde, e já se estendeu aos lares de idosos.
Segundo os últimos dados avançados pelo Ministério da Saúde, já foram administradas 106 mil vacinas em Portugal.