Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

O “Homem-Montanha” que tinha um coração do tamanho do mundo


Luís Ventura sábado, 26 dezembro 2020

Nasceu em Ovar, no dia de Natal, em 1902. Mais de meio século depois do seu desaparecimento, José Soares Santa, imortalizado com o nome de Santa Camarão, continua a ser um dos mais altos pesos-pesados do boxe mundial. Tinha 2,06 metros e, talvez, por isso, Beatriz Costa disse, um dia, que era “homem a mais”. Lutou no Madison Square Garden, em Nova Iorque, e entrou em filmes de Hollywood.
Nos anos 1920 e 30, Santa Camarão, um fragateiro de Ovar, batia-se no ringue com os melhores do seu tempo, um pugilista como Portugal nunca mais teve. O vareiro foi um desportista célebre, figura pública nacional da craveira de um Carlos Lopes, de uma Rosa Mota ou de um Eusébio, mas em Ovar é o lado humano que perdura. José Soares Santa, “Camarão” por alcunha de família, é um filho dilecto da terra: consagrado na toponímia, no museu local, no espólio fotográfico e nos recortes guardados na Biblioteca Municipal, na imprensa e na memória dos vareiros.

Leia a notícia completa na edição em papel.