Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Uma “aldeia” adormecida à espera da vacina para acordar


Texto Luís Ventura/Foto Paulo Ramos Friday, 04 December 2020

A Aldeia do Carnaval de Ovar é, por estes dias, uma “aldeia” fantasma. Bonecos, mecanismos, cabeçudos ou gigantones estão realmente recolhidos. Esvaiu--se a cor da azáfama, calaram-se os repiques que nesta altura do ano seriam normais e característicos do planeamento e preparação dos fatos e alegorias que sairiam à rua no Carnaval de 2021.
O que seria impensável há um ano pode traduzir-se nas indicações enviadas pela Câmara Municipal para todos os grupos e escolas instalados na Aldeia do Carnaval: “São proibidos ajuntamentos superiores a cinco pessoas por associação e com este limite só podem acontecer mediante o uso obrigatório de máscara”, recordando o dever cívico de recolhimento, proibindo actividades não essenciais. Mais: avisa-se que “as forças policiais vão aumentar a fiscalização”.

Leia a notícia completa na edição em papel.