Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Temos de manter o foco, baixar a euforia e continuar a trabalhar”


Jorge Maia Valente (texto)/Arquivo (foto) segunda, 23 maio 2016

Os festejos dos adeptos do Beira-Mar, depois de consumada a vitória sobre o Mourisquense nos instantes finais da partida que permitiu assumir a liderança da Série B da II Divisão Distrital, foram “compreensíveis” porque o golo dos três pontos surgiu nos descontos. A celebração foi genuína e explosiva num misto de sentimentos, mas o treinador da equipa “auri-negra” alerta para a última final do campeonato que, essa sim, pode dar a grande festa.

“Temos de manter o foco, baixar a euforia, continuar a trabalhar como até aqui, porque ainda faltam 90 minutos para a subida de divisão”, afirmou José Alexandre no meio dos festejos em pleno relvado do Estádio Mário Duarte. “A euforia no fim do jogo foi compreensível, mas é preciso ganhar a última final. Continuamos a acreditar naquilo que fazemos, a equipa tem um coração enorme e mostra que é unida e tem espírito”.

O repto dos responsáveis do Beira-Mar para “invadirem” o parque de jogos de S. Vicente de Pereira no domingo tem tido boa receptividade. Através das redes sociais, está em marcha a criação de uma “caravana” com saída do “Mário Duarte” a caminho de São Vicente de Pereira, num primeiro sinal de confiança e apoio ao plantel do Beira-Mar. O jogo da última jornada disputa-se no próximo domingo, às 17 horas, no Campo Dr. Oliveira Santos.

Leia a notícia completa na edição em papel.