Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Graça Freitas diz que “devemos continuar a ler jornais”


segunda, 08 junho 2020

Garantia Directora-geral da Saúde apelou à leiturada imprensa regional, afastando o perigo de contaminação

A directora-geral da Saúde, Graça Freitas, apelou ontem à leitura da imprensa, nomeadamente da regional, afastando a ideia de que há perigo na contaminação através do papel.De acordo com a responsável, não deve haver, portanto, qualquer restrição da parte das pessoas em fazer a leitura de jornais, quer em casa, quer nos cafés ou em qualquer outro local.

Na habitual conferência de Imprensa sobre a situação pandémica em Portugal relativamente à Covid-19, a directora-geral da Saúde foi questionada sobre os receios de proprietários de cafés e outros estabelecimentos de terem jornais e revistas à disposição dos seus clientes e de imediato afastou o perigo de contaminação em caso de contacto com o papel.«Devemos continuar a ler, a utilizar o suporte papel», frisou ontem Graça Freitas, aproveitando para apelar directamente a cafés e outros estabelecimentos e instituições do país para «continuarem» a assinar a imprensa, nomeadamente a regional e a terem os jornais e revistas à disposição para serem manuseados e lidos.«Podemos continuar a ir às livrarias comprar livros, podemos continuar a ir às bibliotecas, podemos continuar a ler jornais ou revistas em casa ou nos cafés ou noutros estabelecimentos», assegurou Graça Freitas durante a conferência de imprensa.Sem dúvidas quanto à segurança na leitura de jornais, revistas ou livros, a directora-geral da Saúde sublinhou, no entanto, que «caberá aos utilizadores» destas publicações «terem algum cuidado no manuseamento» de jornais e revistas e cumprirem, como noutras situações, as «regras de higiene que deviam ter sempre, com Covid ou sem Covid».|

Leia a notícia completa na edição em papel.