Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Zumbido de poste da EDP não deixa duas mulheres dormir


sábado, 16 maio 2020

A EDP está a ser acusada por duas famílias da freguesia de Escariz, em Arouca, de ignorar, na prática, os efeitos altamente negativos que um poste de transformação está a provocar, especialmente em duas mulheres desses agregados.

O dito poste da EDP Distribuição está situado no lugar do Londral da referida freguesia, em frente à casa de uma das queixosas e também perto da residência do outro casal. As duas habitações são as que, na zona, estão mais próximas dessa instalação.

Ao Diário de Aveiro foi-nos testemunhado que os ruídos emitidos – espécie de zumbido nuns momentos e algo mais forte noutras alturas – impedem as pessoas de terem o necessário sono reparador, além de que os residentes também receiam as prováveis consequências nocivas de “ondas electro-magnéticas”.

O casal Vasco Lima e Lorène Cancel Lima deram-nos conta de que aguardam um relatório do serviço de neurologia do Hospital de Santo António, no Porto, que testemunhará que a manutenção do poste naquele local poderá “agravar” o estado de saúde da senhora.

Ela mesmo informou que o primeiro contacto com a empresa de electricidade data de há uns seis anos. Tinham comprado casa numa zona de campo para fugir a bulício citadino e viam-se incomodados quando era altura de dormir.

Leia a notícia completa na edição em papel.