Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Sentimento económico em Abril com maior quebra mensal de sempre na UE


foto: DR quinta, 30 abril 2020

O sentimento económico teve, em Abril, a maior quebra mensal desde que há registos (1985), tanto na zona euro quanto na União Europeia (UE), aproximando-se dos mínimos de Março de 2009, segundo a Comissão Europeia. De acordo com os dados ontem divulgados pela Direcção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, na zona euro o sentimento económico caiu 27,2 pontos, para os 67,0 pontos, e na UE o recuo foi de 28,8 pontos, para os 65,8, face a Março, quando tinha sido já registada uma queda no indicador. Os valores mínimos do sentimento económico foram registados em março de 2009: 65,5 na zona euro e de 65,2 na UE.

O indicador das expectativas de emprego, um dos componentes do sentimento económico, colapsou para o seu valor mais baixo de sempre: -30,1 pontos para os 63,7 na zona euro e -31,2 pontos para os 63,3 na UE.

Considerando as maiores economias da área do euro, o sentimento económico recuou em todas, com maior expressão na Holanda (-32,6 pontos), Espanha (-26,0), Alemanha (-19,9) e França (-16,3), não tendo sido recolhidos dados em Itália devido ao confinamento rigoroso imposto devido à pandemia da Covid-19. Em todo o caso, alerta o executivo comunitário, em muitos Estados-membros a taxa de resposta foi inferior ao habitual.