Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Covid-19: Número de mortos em África sobe para 1.423 em quase 32 mil casos


segunda, 27 abril 2020

O número de mortes provocadas pela covid-19 em África subiu para 1.423 nas últimas horas, com 31.933 casos da doença registados em 52 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.
De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de mortos subiu de 1.374 para 1.423, enquanto as infecções aumentaram de 30.329 para 31.933.
O número total de doentes recuperados subiu de 8.409 para 9.566.
O norte de África mantém-se como a região mais afectada pela doença, com 944 mortos em 12.988 casos registados.
Na África Ocidental, há 201 mortos e 8.003 infecções.
A África Austral contabiliza 101 mortos, em 4.896 casos de covid-19.
A pandemia afecta 52 dos 55 países e territórios de África, com cinco países – África do Sul, Argélia, Egipto, Marrocos e Camarões - a concentrarem cerca de metade das infecções pelo novo coronavírus e mais de dois terços das mortes associadas à doença.
O Egipto regista 317 mortos 4.534 infectados, a África do Sul conta 87 mortos e 4.546 doentes infectados, enquanto Marrocos totaliza 161 vítimas mortais e 4.065 casos e os Camarões contabilizam 56 mortos e 1.592 infectados.
O maior número de vítimas mortais regista-se na Argélia (425), em 3.382 doentes infectados.
Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de infecções, com 106 casos, e mantém o registo de um morto.
A Guiné-Bissau regista 53 casos de infecção pelo novo coronavírus, com uma morte, e Moçambique tem 76 casos declarados da doença.
Angola tem 26 casos confirmados de covid-19 e dois mortos e São Tomé e Príncipe, o último país africano de língua portuguesa a detectar a doença no seu território, regista quatro casos positivos.
A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém 214 casos positivos de infecção e um morto, segundo o África CDC.