Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Fátima é “fenómeno de massas” graças à imagem e ao som


Foto: LFC/Arquivo terça, 03 março 2020

O director do Departamento de Estudos do Santuário de Fátima considerou ontem que a transformação do fenómeno de Fátima em fenómeno de massas teria sido impossível “sem a imagem e sem o som”.
Marco Daniel Duarte, ao participar nas II Jornadas de Arquivo do Santuário de Fátima, sublinhou que as imagens são “memória de uma época que ajudam a recriar Fátima” e lembrou que, “em Julho de 1917, já lá havia um fotógrafo a retratar os acontecimentos”.
Este responsável, citado na página do Santuário na Internet, realçou a importância das fotos dos peregrinos que se tornam “protagonistas” daquele lugar, porque se representam a si próprios nas fotografias, ou a sua atitude devocional, quando “caminham em direcção ao altar, que é uma imagem transversal desde Outubro de 1917 até aos dias de hoje. Em Fátima há uma transversalidade da figura humana”.

Leia a notícia completa na edição em papel.