Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

“Vive-se um clima de confiança e vitalidade em Aveiro”


sexta, 27 setembro 2019
Entrevista Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, vê como muito positivo o crescimento do número de dormidas na cidade. Objectivo, agora, diz o responsável em entrevista ao Diário de Aveiro, é “criar um ecossistema que facilite o desenvolvimento de novos negócios”.Diário de Aveiro: Como avalia o crescimento do turismo em Aveiro?Pedro Machado: Aveiro tem sido um dos municípios onde se tem verificado um maior crescimento no Centro de Portugal, sendo fácil constatar esta realidade ao percorrermos, diariamente, esta cidade. Vive-se um clima de confiança, de segurança e de vitalidade, com o aparecimento, regular, de novos negócios e a requalificação de outros. Se considerarmos que, em 2016, se verificaram 29.641 dormidas em alojamen­to turístico, e que em 2017 foram 332. 683, verifica-se um aumento de cerca de 17 por cento, um valor muito positivo, que atesta, claramente, este crescimento. Esta é uma cida­de procurada, essencialmente, por estrangeiros, on­de se destaca o mercado espanhol e o francês. Quais os principais desafios com que os empresários do sector se deparam neste momento?A falta de mão-de-obra no turismo é um problema. Todas as áreas têm carência de profissionais, da restauração à hotelaria, da animação ao alojamen­to local. Num ano em que o tema do Dia Mundial Turismo, definido pela Organização Mundial Turismo, é “Turismo e em­prego: um futuro melhor para todos”, é um facto que a grande maioria dos trabalhadores do turismo não vê, ainda, a sua dedicação ser reconhecida, financeiramente, de forma justa. Esta é uma profissão que nunca foi devidamente valorizada do ponto de vista social e está na altura de o ser. É absolutamente vital valorizar a actividade turística, consciencializando os empresários para a necessidade de salários mais elevados. É fundamental que tal aconteça, se queremos que a qualidade do serviço acompanhe o crescimento des­te sector. Por outro lado, a Turismo Centro Portugal está sensível para a importância de se criar condições para atrair empresários e investimento. Acreditamos que o nosso território, e em particular Avei­­ro, é um território de futuro e com futuro. 
Leia a notícia completa na edição em papel.