Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Lázaros sem medo da chuva “coloriram” Bairro de Celas e Largo D. Dinis


segunda, 08 abril 2019
No domingo de S. Lázaro, 15 dias antes da Páscoa, havia na Coimbra medieval a tradicional feira realizada pelos gafos (aqueles que tinham gafa ou lepra), com produtos artesanais. Para conseguirem algum provento, os que estavam no Hospital de S. Lázaro (ou Gafaria de Coimbra, à Rua Figueira da Foz) confeccionavam produtos, incluindo o lázaro, boneco à base de massa de pão enfeitado com penas de galinha. A gafaria e as tradições seriam transferidas para a antiga Alta, hoje totalmente universitária. Na década de 1990 surgiram as recriações culturais e etnográficas da Feira dos Lázaros.Resumida a origem, ainda que de forma tosca, o salto para os tempos actuais traz duas feiras: uma no Bairro de Celas, pelo Grupo Folclórico de Coimbra, e outra na Alta, no Largo D. Dinis, organizada pelo Grupo Folclórico da Casa do Pessoal da Universidade de Coimbra. O Diário de Coimbra visitou ambas, que de forma geral apresentaram produtos semelhantes.
Leia a notícia completa na edição em papel.