Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Beira-Mar está a duas vitórias de selar a subida aos “Nacionais”


Jorge Maia Valente (texto)/Paulo Ramos (foto) segunda, 08 abril 2019

O triunfo robusto (6-0) do Beira-Mar sobre o Mourisquense, aliado a nova derrota do Bustelo, segundo classificado, em Esmoriz (2-1), voltou a encurtar a distância dos “auri-negros” para a celebração do título de campeão do campeonato SABSEG da Associação de Futebol de Aveiro e consequente subida aos “Nacionais”. O líder destacado continua a cumprir com a missão de ganhar e, como no encontro de ontem, mostrar qualidade e superioridade em campo sobre os opositores que enfrenta. O jogo foi fluído e os números finais falam por si. Rodrigo (na foto), na luta pelo título de melhor marcador do campeonato, bisou depois de algumas chances perdidas e subiu para 15 os golos na competição, e Boateng, jovem ganês, estreou-se a marcar com a camisola “auri-negra” no fecho do marcador. 

A derrota do Mourisquense condenou matematicamente a equipa à descida de divisão, embora o cenário já estivesse traçado há algum tempo. Por essa razão, a equipa de Beto Veiga surgiu desinibida, sem grandes amarras defensivas, e até obrigou Maringá a uma defesa - a única no jogo - logo no início, mas foi incapaz de manter o jogo no meio-campo como pretendia. Não foi demérito, foi mérito do Beira-Mar que encarou o desafio com responsabilidade de o vencer e convencer com prestação de qualidade. À entrada para esta jornada, a subida estava a quatro vitórias de distância. No fim da ronda, ficou reduzida para duas, ainda com sete jogos por disputar até final do Campeonato SABSEG, sendo que o próximo, frente ao Alba, volta a ser no terreno onde o Beira-Mar não perde há um ano: o Estádio Municipal de Aveiro.

Leia a notícia completa na edição em papel.