Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Alunos do Politécnico de Leiria valem mais de 61 milhões na região


foto: Arquivo sexta, 05 abril 2019
Os gastos dos estudantes, sobretudo em alojamento, representam em média 80% do impacto económico directo dos institutos politécnicos nas regiões onde estão inseridos, de acordo com um estudo ontem divulgado pelo conselho coordenador destas instituições.Mais de 61 milhões de euros por ano é quanto valem os estudantes do Politécnico de Leiria para aquela região, de acordo com os dados do estudo ‘O impacto económico dos institutos superiores politécnicos em Portugal’, do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), que analisa os impactos directos e indirectos da presença de 12 destes institutos nas regiões onde se inserem.Este é o valor mais elevado entre os institutos analisados – Beja, Bragança, Castelo Branco, Cávado e Ave, Guarda, Leiria, Portalegre, Santarém, Setúbal, Tomar, Viana do Castelo e Viseu – que se explica por Leiria ter o instituto com maior número de alunos e um dos valores de encargos mensais médios por estudantes mais alto: os 554 euros gastos em média pelos alunos de Leiria só são superados nesta amostra pelos 587 euros médios em Setúbal.
Leia a notícia completa na edição em papel.

Diários Associados