Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Joana Andrade sonha bater recorde do mundo da maior onda surfada na Nazaré


foto: Luís Filipe Coito/Arquivo / Legenda: Ondas gigantes na Nazaré atraem muitos surfistas à Praia do Norte entre Outubro e Março quinta, 24 janeiro 2019
A surfista portuguesa de ondas gigantes Joana Andrade disse que sonha bater o recorde mundial feminino detido pela brasileira Maya Gabeira, obtido na Praia do Norte, na Nazaré, admitindo superar Rodrigo Koxa."Vou tentar bater o recorde da Maya Gabeira na Nazaré. Faz parte dos meus objectivos. E, se tiver oportunidade, vou tentar ultrapassar o recorde do Rodrigo Koxa. Porque não?", disse à Lusa Joana Andrade, anteontem, à margem de um evento em Lisboa, considerando que é tudo uma questão de "estar no sítio certo à hora certa".Mas se o objectivo da campeã nacional de esperanças em 1997, ano em que ficou em quarto lugar no Europeu, era para o imediato, enquanto ainda decorre a época de ondas gigantes na Nazaré [até final de Março], o azar bateu-lhe à porta, lesionou-se, e a tentativa terá de ficar para a próxima temporada, entre 1 de Outubro e 31 de Março de 2020."Parti o pé em três sítios há duas semanas, pelo que talvez só consiga surfar novamente na Nazaré num dia mesmo grande em 2020", revelou Joana Andrade, que entre 2001 e 2010 se dedicou exclusivamente à competição, tendo depois iniciado uma nova etapa na sua carreira, enveredando pelo surf de ondas grandes.
Leia a notícia completa na edição em papel.