Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Suspeitas de irregularidades nos apoios do Fundo Revita abrangem 10 casas


foto: Arquivo / Legenda: Fundo está destinado à reconstrução de casas em Pedrógão Grande, face ao grande incêndio de Junho de 2017 quinta, 10 janeiro 2019
O ministro Adjunto e da Economia afirmou ontem que foram suspensos os apoios a cinco casas apoiadas pelo fundo Revita, em Pedrógão Grande, devido a suspeitas de irregularidades, e que outros cinco casos vão ser avaliados amanhã. Pedro Siza Vieira foi ontem ao parlamento dar explicações sobre a atribuição de donativos e fundos de apoio às vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande, a requerimento do CDS-PP.O ministro destacou que a comissão de gestão do fundo solicitou a revisão dos processos após notícias da revista Visão e da TVI falarem de suspeitas sobre irregularidades em 24 casas reconstruídas, concluindo que cinco delas, apoiadas pelo fundo Revita ou por instituições parceiras, “mereciam dúvidas face à informação recolhida”.“Foram tomadas duas decisões: a primeira delas foi suspender os apoios que estavam a ser concedidos a estes casos. Por outro lado, também se solicitou às Câmaras Municipais que reapreciassem essas questões”, afirmou, sublinhando que “destes cinco casos não há ainda resposta dos municípios, pelo que a suspensão dos apoios se mantém”.
Leia a notícia completa na edição em papel.