Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Só queixas ou denúncias podem travar os “arrumadores”


JP quarta, 12 dezembro 2018

A insegurança provocada pelos “arrumadores” de carros, em Aveiro, pode ser travada com a apresentação de queixas e denúncias às autoridades de comportamentos violentos que possam voltar a acontecer. A Câmara Municipal, para onde são dirigidas parte das queixas, entende que será necessário um reforço policial, mas não há sinais de que isso possa acontecer. O que os “arrumadores” fazem – recebendo uma quantia de dinheiro dos automobilistas (que em alguns casos já pagam o espaço de estacionamento) não é ilegal. O “serviço” que poderão prestar é a indicação de um lugar vago a um automobilista que se aproxima e “tomar conta do carro”. Contudo, alguns casos mancham esta actividade, quando os “arrumadores” reagem a uma recusa dos automobilistas em lhes darem dinheiro. Há registo de ameaças, agressões e outras acções violentas nas zonas de estacionamento.

Leia a notícia completa na edição em papel.