Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Região: Empresas incubadas foram dar-se a conhecer e a Hi Saudade foi uma delas


RC. Foto: Paulo Ramos quarta, 12 dezembro 2018

O Hi Saudade nasceu de “uma brincadeira”: Nuno Vale, emigrado em Londres, começou a construir pequenas peças de artesanato e daí ao actual negócio foi um pequeno passo. Ana Neves, a mulher, foi ontem apresentar o projecto numa sessão promovida pela Incubadora de Empresas da Região de Aveiro (IERA) e, à margem dos trabalhos, contou ao Diário de Aveiro a história da empresa.

Hoje em dia, esta engenheira de materiais dedica-se totalmente ao Hi Saudade, que descreve como “eco-design cultural e turístico”. Com sede em Aveiro, a empresa vende galos, andorinhas, candeeiros e guitarras construídas em materiais amigos do ambiente por um parceiro português. Os objectos estão no mercado desde Setembro e nesta fase podem ser encontrados em quatro lojas de Aveiro (Zeca), Porto e Lisboa, sendo comprados maioritariamente por turistas.

Leia a notícia completa na edição em papel.