Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Momentos da I Guerra Mundial na Praça 8 de Maio


quinta, 15 novembro 2018
Quando se lerem as convocatórias emanadas pelo ministro da Defesa Nacional, o general Norton de Matos, dá-se por iniciada a recriação histórica que vai este sábado tomar conta da Praça 8 de Maio. É o momento em que se começa a mostrar a participação portuguesa na I Guerra Mundial, encenada pela companhia Viv’Arte, numa iniciativa que tem na organização a Fundação Inatel e a União de Freguesias de Coimbra. Os homens válidos são recrutados e seguem para a frente de combate, ao lado dos ingleses. A bandeira portuguesa, da então jovem República, vai estar presente, mas mais nos corações do que hasteada, porque os soldados portugueses mobilizados à força vão estar a lutar sob comando dos ingleses. Cabe a 12 actores da companhia Viv’Arte - com a colaboração do grupo musical Opus Ensemble - fazerem a encenação que promete transformar, durante cerca de uma hora, a Praça 8 de Maio, transportando-a para algures entre 1914 e 1918. Convocados para a Grande Guerra, os soldados despedem-se dos seus entes queridos, partem para Tancos onde vão ser treinados e regressam novamente à famílias, desta vez para uma despedida que poderá ser definitiva. De Lisboa partem nos navios ingleses para combater ao lado das forças aliadas.
Leia a notícia completa na edição em papel.