Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Reportagem: Depois da tempestade Leslie, região procura a bonança a meio gás


Helena Amaro / foto: Luís Filipe Coito terça, 13 novembro 2018
No lugar onde, há 18 anos, funcionava o restaurante ‘Quebra-Mar’, a areia tem agora liberdade para circular ao sabor do vento. Um mês depois da passagem da tempestade Leslie pela Praia do Pedrógão, concelho de Leiria, ainda há muito para fazer, a começar por reerguer os espaços de restauração que foram reduzidos a escombros por ventos que, nalgumas zonas, chegaram aos 130 quilómetros por hora. No caso do ‘Quebra-Mar’, na Praia do Pedrógão, o projecto para um novo restaurante já foi aprovado pelo Ministério do Ambiente e espera agora pela aprovação da Câmara de Leiria. O proprietário, Manuel Quiaios, teve uma perda total do equipamento, num prejuízo estimado em cerca de “370 mil euros”, que não contabiliza o equipamento da cozinha, co­mo por exemplo, as arcas frigoríficas.  Manuel Quiaios gostava de inaugurar o novo espaço a 18 de Abril do próximo ano, data do seu aniversário, num investimento que pode atingir os 500 mil euros. Até lá, pretende arregaçar as mangas e construir de raiz um novo espaço, apesar de, nem sempre, essa vontade vir ao de cima. “Há dias em que acordo a pensar em fazer nada, e outros dias em que acordo com ‘pica’ para fazer tudo”, contou ontem, ao nosso jornal, um mês depois da passagem da tempestade, reconhecendo que “Pedrógão precisa”. “É por eles que estou a começar do zero”, acrescentou. Uma coisa é certa: a noite de 13 de Outubro não vai ser esquecida. “Já apanhei muitos sustos e até temporais no mar, no meu barco de pesca, mas como aquela noite não, e saber que tinha lá dentro dois funcionários, foi o pior”, lembrou Manuel Quiaios, reconhecendo que “o tempo está a mudar”.
Leia a notícia completa na edição em papel.