Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Livro e exposição resgatam do anonimato ex-combatentes


segunda, 12 novembro 2018
A Câmara Municipal de Cantanhede assinalou ontem ao longo do dia, com vários momentos, o Centenário do Armistício da I Grande Guerra. No entanto, os momentos altos do dia foram a inauguração da exposição “Ser Soldado - Da Guerra à Paz”, que estará patente até Dezembro na Casa Municipal da Cultura, com espólio de Célio Dias, e a apresentação do livro “Da Guerra à Paz – O Concelho de Cantanhede na Primeira Guer­ra Mundial”, da autoria de Fernando Pais, dois momentos que além de evocar a memória «destes heróis» resgatam do anonimato ex-combatentes do concelho que estiveram presente na I Grande Guerra. A obra, editada pelo município, referencia com notas biográficas a origem, situação familiar e aspectos da condição militar nas frentes de batalha dos 474 jovens oriundos do concelho de Cantanhede que integraram o contingente militar português.
Leia a notícia completa na edição em papel.