Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

GNR registou 1.157 acidentes e cinco mortos durante a operação "Todos os Santos"


quarta, 07 novembro 2018
A Guarda Nacional Republicana (GNR) registou 1.157 acidentes que provocaram cinco mortos e 18 feridos graves durante os cinco dias da operação “Todos os Santos”, em que foram detidos 147 condutores, informou hoje a corporação. Em comunicado, a GNR adianta que entre os dias 31 de Outubro e 04 de Novembro, altura em que é celebrado o dia de “Todos os Santos”, registaram-se 1.157 acidentes que provocaram cinco mortos, 18 feridos graves e 340 feridos ligeiros. Durante a operação, os militares detiveram 147 condutores, dos quais 97 por condução com taxa de álcool no sangue (TAS) igual ou superior a 1,20 gramas/litros e 35 por falta de habilitação legal. A GNR detectou ainda 15.066 infracções, sendo a maior parte por excesso de velocidade (1.755), falta de inspecção periódica e obrigatória (261), por condução com uma taxa de álcool superior ao permitido por lei (244) e anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização (177). Na operação foram ainda detectadas 148 infracções por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 138 por falta ou incorrecta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças. No comunicado, a GNR destaca ainda que foram aplicadas 4.503 contra-ordenações. A GNR intensificou, durante cinco dias e em todo o país, o patrulhamento rodoviário com vista “a regularizar o trânsito e garantir o apoio nas viagens realizadas” por muitas pessoas durante o feriado Todos os Santos. Na operação estiveram mobilizados militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, que realizaram acções preventivas com o objectivo de combater a sinistralidade rodoviária.