Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Vista Alegre vence categoria do património cultural dos Prémios RegioStars


Eduarda Macário quarta, 10 outubro 2018
No ano em que a Europa centra a sua atenção no património cultural, a Região Centro ven­ce os Prémios RegioStars com o projecto de requalificação do lugar da Vista Alegre, em Ílhavo. O projecto vence na categoria 5 – Investir no patri­mó­­nio cultural e foi votado pe­lo público. Apoiado pelo Programa Cen­­­­­­tro 2020 e Compete 2020, o projecto incidiu sobre a requalificação e ampliação do Museu da Vista Alegre, que foi apenas o percursor de toda a requalificação do chamado “Lugar da Vista Alegre”. E graças a um investimento total na ordem dos 44 milhões de euros, foi possível dar uma nova vida ao museu, capela, teatro, recinto, hotel e palácio, creche, fábrica e bairro operário. Um projecto que implicou a manutenção de 1.495 postos de trabalho e a criação de pelo menos 100 novos postos directos e que recupera mais de três séculos de história do lugar da Vista Alegre e os quase 200 anos de vida de uma das marcas fundamentais da indústria portuguesa. “A Vista Alegre está bastante orgulhosa por este percurso que nos levou até à final e nos concedeu este prémio tão importante para a Vista Alegre, para o Grupo Visabeira e para a própria região. Entendemos que é um projecto bastante importante para a marca pois consideramos que somos guardiões desta história de quase 200 anos que faz parte do passado, faz parte do presente e há-de continuar a fazer parte do futuro da Vista Alegre”, reconheceu Paulo Soares, administrador da empresa, ao nosso jornal, adiantando que se trata de “uma excelente homenagem aos colaboradores que têm acompanhado a Vista Alegre ao longo deste percurso.
Leia a notícia completa na edição em papel.