Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Uma casa demasiado pequena para tanta música e dinamismo


Sandra Simões quarta, 11 abril 2018
A constituição de uma Escola de Música no lugar da Quinta do Picado (Aradas), em Dezembro de 1974, foi o início de uma longa história de 43 anos que nunca mais parou de ser contada. Hoje, a Banda Quinta do Picado é uma instituição reconhecida pela região, que alia a componente da formação, actualmente com 82 alunos, à musical, com quatro formações: Banda Picolini, Banda Juvenil e Banda Ligeira, além da Banda Principal, envolvendo globalmente 75 músicos. Depois de passar por fases menos positivas, “neste momento a associação atravessa uma fase muito boa, nunca teve tantos músicos, nem tantos alunos na formação musical. A agenda de serviços superou, no ano passado, as 30 saídas (Junho, Julho, Agosto e Setembro), somos cada vez mais solicitados para parcerias. Estamos presentes em momentos e certames importantes no município e tornámo-nos suficientemente ambiciosos para preparar concertos com Luís Represas ou o FF e até promover masterclasses com músicos e maestros convidados”, testemunhou ao Diário de Aveiro Vítor Silva, presidente da Direcção, que olha para os últimos anos à frente desta estrutura com o mesmo sentimento com que perspectiva o seu futuro: com muito optimismo. Esta banda “tem tudo para continuar a crescer e a afirmar-se”, garante, referindo-se à “boa imagem, ao número de músicos que não pára de crescer, alunos a chegarem de várias freguesias do concelho, aos 12 professores que garantem a formação musical e às solicitações que aumentam”, contudo, há problemas prementes que preocupam seriamente Vítor Silva e a liderar a lista está o espaço.
Leia a notícia completa na edição em papel.