Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Diretor: 
Adriano Callé Lucas

CEMAR com vários projectos no seu 23.º aniversário


domingo, 21 janeiro 2018
No dia 27, completam-se 23 anos da criação do Centro de Estudos do Mar e das Navegações Luís de Albuquerque (CEMAR), uma associação científica privada sem fins lucrativos, que chegou a estar sedeada no Forte de Santa Catarina e que, em 2005, criou em Buarcos, uma biblioteca e centro de documentação especializado (sobre História Marítima e dos Descobrimentos Geográficos, Ciência Náutica e Cartografia Antiga, Etnografia e Cultura Popular dos Pescadores Portugueses). Alfredo Pinheiro Marques é o “homem do leme” de uma instituição, cujo acervo «é de primeira qualidade em termos nacionais, e até mesmo internacionais», explica, adiantando que a actividade do CEMAR, não se confinou à Praia da Claridade e em 2007 “estendeu-se” à Praia de Mira, onde teve sede formal e obteve o estatuto de utilidade pública (desde 2009), aumentando o seu “leque” de contactos e estudos sobre o mar, com aquela comunidade vizinha. Em 2016, regressou às origens (Figueira da Foz), e agora, parceria com a Câmara Municipal, que deverá liderar o processo (e o apoio da Marinha Portuguesa e de outras possíveis entidades), diz estar a preparar «a criação da maior realização museológica que desde há muitos anos nesta cidade marítima é esperada: o Museu do Mar da Foz do Mondego», para o qual tem já algum (valioso) espólio.
Leia a notícia completa na edição em papel.