Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Militar da GNR nega envolvimento em agressões a automobilista


quinta, 28 setembro 2017
Um militar da GNR suspeito de ter agredido, juntamente com outros guardas, um automobilista que terá desrespeitado uma ordem de paragem, começou a ser julgado ontem no Tribunal de Oliveira de Azeméis, tendo negado as acusações. O arguido, que falou após o depoimento do ofendido, afirmou que tanto a versão deste como a da acusação do Ministério Público (MP) “não correspondem à verdade”. Os factos remontam à madrugada de 30 de Julho de 2011, quando, segundo a acusação, o condutor, de 71 anos, fugiu a uma acção de fiscalização na localidade de Fajões, depois de lhe ter sido solicitado que fizesse um teste de álcool, acabando depois por ser interceptado, manietado e arrastado para o posto de Cesar da GNR, onde terá sido agredido com violência. O militar, que responde por ofensa à integridade física, começou por explicar que, naquela noite, tinha acabado de entrar ao serviço quando recebeu uma chamada dos colegas a informar que um condutor não tinha acatado uma ordem de paragem. “Como tinha a indicação de que essa viatura vinha na direcção do posto, fomos no seu encalço. Fiz sinal com a lanterna fluorescente para ele parar, mas não parou e ainda tivemos de nos desviar da via para não sermos atropelados”, contou.
Leia a notícia completa na edição em papel.