Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Reportagem DL: Várzeas saiu à rua para se despedir do Papa


Texto Helena Amaro / Foto: LUSA sábado, 13 maio 2017

O sorriso e o aceno do Papa Francisco compensaram as mais de duas horas que Laura Mota e Amália Sousa esperaram hoje na rotunda à saída da A17, nas Várzeas, Souto da Carpalhosa (Leiria). Ao início da tarde, o Papa Francisco viajou de carro até à Base Aérea de Monte Real para regressar a Roma (Itália), depois de ter participado nas celebrações do Centenário das Aparições e canonizado os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto. À saída da auto-estrada, largas centenas de pessoas esperavam por uma última oportunidade para ver o Chefe da Igreja Católica.

Laura Mota, das Várzeas, e Amália Sousa, de Leiria, faziam parte da ‘comitiva’. Depois de verem o Papa passar, foram precisos alguns minutos sentadas no chão para recuperar as forças e permitir que o coração regressasse aos batimentos normais. “É uma emoção muito grande, mas consegui vê-lo. Compensou o tempo que esperei”, contou ao Diário de Leiria, de mão no peito e algumas dores nas pernas.

Amália junta-se a Laura e desabafa: “Foi uma alegria. Gostei muito”. Amália Sousa pode agora dizer que viu dois papas, Francisco e João Paulo II, que “passou pela Gândara”. “Lembro-me de ver tudo enfeitado e ele a fazer adeus. Foi muito bonito”, recordou.

Laura Mota estava a trabalhar e foi com pena que não assistiu à passagem de João Paulo II naquela ocasião. “Para mim, ter visto o Papa Francisco, é sagrado este dia. Monte Real e Leiria ficam na história”, disse.

Eufóricas, cerca de meia centena de crianças e adolescentes da catequese da paróquia de Souto da Carpalhosa riam, abraçavam-se e contavam uns aos outros a emoção de ter visto Francisco de perto. Sandrina Duarte, a catequista que os acompanhava, também não escondia a emoção de ter visto o Papa. “Sabíamos que ele não ia parar, mas o facto de ter aberto a janela para acenar e ter sorriso para nós vale tudo”, disse, extasiada pelo momento, confirmando o que nos tinha dito enquanto aguardava a passagem de Francisco: “Vou de alma cheia. O Papa representa Jesus para nós. As suas palavras e gestos são de Jesus”.