Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

"Viva o Papa!": Francisco partiu de Portugal com destino a Roma


Foto: LUSA sábado, 13 maio 2017

O Papa Francisco acabou de partir de Portugal com destino a Roma. O Santo Padre viaja num avião da TAP, que descolou da Base Aérea de Monte Real, em Leiria, pelas 15h53. O Papa foi recebido pelas três mais altas entidades do Estado português, na sua despedida, conforme tinha acontecido na sua chegada. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhou o chefe de Estado do Vaticano até à entrada do avião da TAP em que Francisco viajou com destino a Roma, através de uma passadeira vermelha. Junto a essa passadeira vermelha, estavam o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o primeiro-ministro, António Costa, e as respectivas mulheres, e também a filha do chefe do Governo, que o líder da Igreja Católica cumprimentou.
Um verdadeiro cordão humano recebeu o Papa à entrada da Base Aérea de Monte Real. Nos rostos das pessoas, muitas delas acenando lenços brancos, eram visíveis lágrimas de emoção à passagem das viatura que tranportava Francisco, que seguia com vidro aberto. O pontífice ia acenando aos populares, que gritavam "Viva o Papa!". Cristina Vasconcelos, antes de o automóvel parar à entrada da base aérea, conseguiu quebraram a segurança e entregar uma fralda ao papa Francisco, que pertencia à filha de um familiar.
O Santo Padre presidiu hoje às cerimónias principais dos cem anos das aparições marianas na Cova da Iria. Antes da missa, Francisco canonizou Francisco e Jacinta Marto, duas das crianças que estão na origem do fenómeno de Fátima. No final, um mar de lenços brancos marcou o encerramento das celebrações religiosas, com milhares de peregrinos a despedirem-se do Sumo Pontífice, que ontem chegou a Portugal, pelas 16h10. Na cerimónia de hoje no Santuário mariano, Francisco disse que “não podia deixar de vir” a Fátima. Francisco foi o quarto Papa a visitar Portugal. Antes, Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010) já tinham estado em Fátima.