Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Ourém: Na Serra de Aire o encadear de terços é um hábito, um entretém e um emprego


João Gaspar (Lusa) terça, 02 maio 2017
Na aldeia do Bairro, Ourém, em quase todas as casas há alguém que saiba encadear terços. Há quem faça das voltas ao arame e às contas emprego. Outros pegam no alicate como um entretém, à beira da horta ou durante o pastoreio. Aurélia já tem "as mãos pesadas", mas os cerca de 60 anos de volta dos terços fazem com que hoje encadeie "quase de olhos fechados", enquanto pastoreia as suas ovelhas e cabras, na aldeia do Bairro, situada no extremo oriental da Serra de Aire. Por esta e por outras aldeias próximas era comum levar-se no braço o arame, já com as contas do terço enfiadas, enquanto as cabras pastavam, que "elas não dão muito que fazer". Hoje, já não há tanta gente a encadear terços - um trabalho que era feito maioritariamente pelas mulheres -, mas em muitas casas continua a haver alguém que saiba manusear o alicate para dobrar o arame a cada uma das contas do terço. Aurélia Felicíssimo ainda se lembra de fazer terços com alfarroba. Mas se o material mudou ao longo dos anos, a forma de fazer não. "Foi sempre assim, com o alicatezinho", conta a mulher de 71 anos à agência Lusa, sublinhando que o entretém "ajuda um pouco à reforma, que é pequenita".
Leia a notícia completa na edição em papel.