Jornal defensor da valorização de Aveiro e da Região das Beiras
Fundador: 
Adriano Lucas (1925-2011)
Director: 
Adriano Callé Lucas

Prémio Inês de Castro distinguiu conflito entre melancolia e modernidade


domingo, 09 abril 2017
Rui Lage, vencedor da 10.ª edição do Prémio Literário Fundação Inês de Castro com o livro de poemas “Estrada Nacional”, falou ontem da impossibilidade de regresso ao que quer que seja e das tensões entre o partir e o chegar. A obra premiada, editada em 2016 pela Imprensa Nacional Casa da Moeda, encerrou um ciclo dedicado pelo autor ao mundo rural, um mundo que «não é indissociável» de Rui Lage, que o relacionou com pais, avós e a sua própria infância. Em “Estrada Nacional”, o especialista em Literatura Portuguesa, notou as transformações pós 25 de Abril, com um «mundo rural que se metamorfoseou», terminando com o isolamento, com a chegada do Estado Social e dos serviços públicos, e surgindo a mecanização e especialização, ou novos fenómenos como o turismo rural, a par da extinção de uma cultura transmitida oralmente.
Leia a notícia completa na edição em papel.